Solitude e Solidão.

Imagem

De tempos em tempos, seja por opção própria ou imposta por algum acontecimento pessoal, fechamo-nos em copas e atravessamos um caminho solitário rumo a um destino desconhecido que se prevê que seja rumo a algo melhor que temos de momento. Os maiores inimigos destas caminhadas são o desespero e a precipitação. E porque ? Caímos na tentação nestas ocasiões peculiares de reclusão, de afastarmo-nos do nosso objectivo e ceder só por causa de nos sentirmos sozinhos ou desamparados. Estas pegadas solitárias é como um teste do destino para sabermos se somos merecedores do que o destino nos aguarda. Quando nos sentimos sós, cair nas teias, por exemplo, de um relacionamento fácil, acontece sem darmos por isso. E pensamos que por termos alguém, mesmo que não se encaixe minimamente daquilo que idealizamos, que eliminamos a melancólica ilusão de que não estamos mais sós. Mas o que todo esse cenário nos dá, é o desconforto, a dor, de estarmos ligados perante algo que não é real, verdade, ou que realmente desejamos por um lado, e arranjarmos um cenário que nada mais é do que um estado temporário, podendo igualmente fazer com que esse alguém que preenche um vazio que não é verdadeiramente colmatado, se iluda tal como nós mesmos dizemos. Quem percorre o caminho sozinho, sabe que a perseverança e paciência irá dar os seus frutos. Seguindo o caminho que aqui foi explicado, só acrescenta dificuldades em cima de dificuldades, como escavando um buraco na areia da praia mesmo que a água do mar encha esse mesmo buraco. É inconsequente. Podemos esquecer por breves instantes a adversidade, mas ao tomarmos consciência do cenário onde estamos envolvidos, é que nos apercebemos que o caminho foi errado. Não quer dizer que seja um caminho sem saída. Apenas quer dizer que irá dar uma volta maior, do que o caminho da paz, compreensão e paciência.

Tudo é possível nestes caminhos de solitude. Mas saber ter o discernimento de ver as curvas, altos e baixos da caminhada, é fundamental para aspirarmos a chegar ao nosso destino de forma rápida e sem sobressaltos. Chegando à Luz, sem dor, pesos e desgaste.

 

Autor:

Aprendiz de Escritor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s