As Nuances das Expectativas e Frustrações.

Imagem

A tendência para criar expectativas dentro do nosso percurso de vida é forte, principalmente porque o ser humano como é na sua genese, foi educado para ter objectivos, para fazer o seu caminho até atingi-los. E como tal cria expectativas sobre os seus objectivos, que na realidade são os seus sonhos. Não há mal algum em sonhar, pois são os sonhos que fazem com que a alma seja viva, e que se sinta numa intensa procura de aquele “algo” que nos faz sentir maiores do que a própria vida em si. Sonhar é de facto, maravilhoso, mas criar expectativas, exercer uma forte pressão nelas, criar cenários pouco provaveís, só irá de facto fazer com se sinta asfixiado com tudo o que desenvolveu dentro de si, em relação a expectativa gerada sobre determinado algo. Abandonar toda e qualquer expectativa, não é deixar matar um sonho. É saber começar a viver sem essa pressão adicional que não é positiva para o nosso ser. Todas as agonias, sofrimento e dor que poderiam advir da criação de expectativas morrem logo sem qualquer contemplação, pelo simples facto de abdicarmos de criar essas mesmas expectativas. O erro e o falhanço são os gemeos maus que pairam sobre a expectativa. Abdicar da mesma é clarear o nosso caminho, estar com os pés bem assentes na terra e fazer com que um sonho ou situação que muitos desejavamos ou por um lado, se concretiza para nossa satisfação e gratidão, ou pura e simplesmente se desvanece e não acontece, mas quando tal acontece, soubemos abdicar da expectativa para nos prepararmo-nos para um resultado que eventualmente não seria o desejado. Mas se é importante sabermos suprimir as expectativas em nós, verdade é que preencher as expectativas de outros ou vice-versa, não será igualmente um caminho seguro. Ninguém deverá sofrer por expectativas criadas por ambos os lados, ou por alguém em especial. Só seremos verdadeiramente sinceros e honestos com a nossa pessoa e estaremos em harmonia e equilíbrio. O sofrimento individual deve ser por nossa causa e não por outros. Se outros sofrem, esse sofrimento deverá ser por eles mesmos. Por isso a expectativa que se cria, a ansiedade que se desenvolve em função disso, não deverá acontecer. Porque as coisas boas acontecem, e somos gratos com elas, e senão acontecerem, estaremos gratos pelo que temos e sabemos que mais tarde ou mais cedo, se continuarmos o nosso caminho de luz, crença e boa vontade, que as coisas boas irão surgir como consequência natural das nossas acções, atitudes e energia positiva. Viva bem sem expectativa. Viva em paz sem ansiedade. Porque todos temos dentro de nós, o potencial para sermos tudo aquilo que mais queremos nesta vida, nesta passagem existencial que temos por este mundo.

 

 

 

Autor:

Aprendiz de Escritor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s