O Medo da Mudança.

Imagem

Mudança assusta. A mudança desperta um medo em nós, como se fosse algo avesso à nossa natureza. O receio de sairmos da nossa zona de conforto, é sem dúvida maior que a vontade de descoberta das maravilhas que estão nesse mundo lá fora, onde quem está nessa situação, não se encontra. Sonham com novos cenários, sentimentos diferentes e melhores, outras cores e sensações, mas ao não abdicarem de aquilo que possuem, mas que já não faz sentido, perdem tempo precioso que poderia ser utilizado na evolução do ser e na construção de um novo paradigma, e outra felicidade extrema. A mudança não tem de ser negativa. Há que arriscar, pois as preciosidades da vida estão à nossa beira, e ao deixarmos esse estado de apatia se manter, a nossa luz decrescer, não nos podemos queixar, pois somos nós mesmos que perpetuamos essa existência “confortável” que sabemos que está errada, mas que contudo, nada fazemos para mudar. Não temos de ter receio. Nem medo. Nem pânico ou terror. Quando uma porta se fecha, outra se abre. E o caminho que nos abre é provavelmente, aquele que faz sentido nos faz. Aquele caminho que irá dar aquilo que tanto necessitamos para iluminar a nossa alma. Temos que ser corajosos. E sair dessa zona de conforto, que de conforto, apenas e só tem o nome, porque se a situação não nos é benéfica, como pode “confortar” ? Não faz sentido algum. Somos seres de sentimentos positivos. Ambicionamos ser felizes. Porque metemos tantos obstáculos para sair destas situações ? Dizem que é a natureza humana. Mas a natureza humana tem sido feita através de um caminho de evolução. Mas quando o patamar se mantém nessa triste melancolia, não é um patamar de evolução. Dizem igualmente, que quanto mais tempo, nos mantemos numa situação negativa, mais ela faz parte do nosso ser, como se um veneno doce se tratasse, em que reconhecemos a situação, mas estamos indiferentes perante ele. Não há tempo a perder. Leve o seu tempo. Mas faça. Concretize. Liberte as amarras. Há tanto para ver e fazer. Tanto para conquistar e amar. Não fiques no mesmo lugar a vida toda, pois o holofote só ilumina quem tem coração para arriscar o palco principal que é a vida. Eu sei. Tu sabes. Se sabemos, porque é que não ages ? Sê quem tu queres realmente ser. Sê feliz como queres e com quem queres. Não deixes escapar as oportunidade que o universo nos proporciona. Começa a mudança hoje. Agora mesmo. E abraça com gratidão das recompensas do teu acto. Serão por certo das mais positivas e duradouras. 

Autor:

Aprendiz de Escritor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s