Formas de lidar com a Energia Negativa.

Imagem

A Energia é um ponto fundamental do Ser Humano. Isso é um facto indubitável. Podemos tentar ignorar ou contornar, mas a verdade é que ela existe, ela é o combustível necessário em nós e é uma parte fundamental da relação seja com o mundo ou com as pessoas. Excluindo os factores externos ambientais (Pois é algo que não controlamos), o que faz aumentar ou diminuir a nossa Energia, são as nossas acções e as relações com as pessoas em si. Ter uma mente aberta, virada para o positivo, e que os nossos actos se reflictam as nossas acções, é relevante, no sentido de que boas acções trazem boas energias e criam como um campo invisível que nos envolve e preenche. A prática continua desse tipo de acções, como que vai acumulando energia positiva dentro de nós, energia essa que pode e deve ser canalizada para proporcionar ajuda, apoio e bons momentos a terceiros, e que de certa forma nos é devolvida. Comparo o Bem que alguém nos dá como os raios de sol que vão para um painel solar que é a nossa capacidade de absorver essa energia. Não só essa energia nos irá preencher como irá dar a oportunidade de dar energia a muitas pessoas. E isso é um contínuo círculo de positivismo que deveria ser um modo de vida adoptado. Mas se com a energia positiva é assim, como lidar com a energia negativa? A energia negativa por si só, é como um derrame de petróleo que danifica um mar limpo e belo. Temos de saber conter o impacto desse derrame evitar que essa poluição contamine o nosso ser. Por isso é importante termos muita energia acumulada. Só assim conseguiremos suprimir esse negativo e até proporcionar para a pessoa que está nesse estado, o apoio e conforto que tanto precisa para superar os seus males. Existe pessoas complicadas e situações adversas. Não o poderemos negar. É um facto. E por mais que tentemos, não iremos fazer com que tudo o que se negativo desapareça. Temos de saber enfrentar as situações e fazer com que tudo seja o mais pacífico possível. E não é com amuletos de sorte, hábitos ritualistas e afins que iremos enfrentar as coisas. É com atitude, postura e sensibilidade e assumindo as rédeas. E porque temos de ter controlo ? Porque ao deixarmos que alguém nos desgaste ou tire energia, é porque damos directa ou indirectamente esse meio, essa chave para o fazer. Frases como “Estou desgastado porque ela é mau feitio”, ou “Ele cansa-me com as suas coisas”, são prova de que habitualmente o ser humano tem preponderância para deixar que os outros nos afectem imenso. Mas não deveríamos. Não temos de perder tempo com o que não nos deixa bem. Não deveremos recordar momentos bons de uma situação ou pessoa que não nos fez bem. Há um momento para avançar. Tens de te afirmar e dizer que “Hoje é o meu Dia”, e seguires pelo caminho certo e teres sempre a Energia para seres quem tu queres ser. Há bons hábitos que deveremos ter para mantermo-nos aptos para ter e receber boa energia e outros que deveremos quebrar de modo a evitar situações de risco. Irei enumerar alguns de modo a ter-se uma noção do que poderá ser bom ou mau.

1. Viver no Passado.
Seja um passado bom ou mau, a verdade é que já passou. Esses tempos de glória idos, nada mais são que meras recordações. De que serve os feitos do passado, se actualmente poderemos ser uma mera sombra ? Ao agarrarmo-nos ao passado, desprezamos o presente e comprometemos o futuro. E se foi mau ? De que serve lamentarmos dos erros que cometemos, das opções erradas, das pessoas que nos marcaram ? Essa energia do passado, trava o nosso avanço, retira energia que poderia ser utilizado para projectos de valor e faz com que haja perda de tempo, esse bem tão precioso como único.

2. Saber Perdoar.
Algo que muitos tem dificuldade. Saber perdoar é mesmo saber perdoar. Não é pensar: “Eu perdoei mas ainda não me esqueci”. Isso é errado. Quem perdoa, tem mesmo de libertar essa magoa. E deixar de olhar para o que aconteceu e saber seguir a vida. Custou ? Sim. Doí ainda ? Claro. Olhar para o espelho retrovisor não é bom conselheiro, porque só se deve dar um passo atrás quando é para dar dois ou três em frente, coisa que não acontece quando não sabemos ser maiores que a situação e saber perdoar. Acumular energia negativa derivada da culpa, da magoa, do negativo é arranjar pesos que nos prendem, tais como um cinto de pesos amarrados à cintura quando mergulhamos no Mar, pois impedem que consigamos ir a tona da água. É gastar energia desnecessariamente.

3. Desligar do que nos rodeia.
Ligamos a TV, lemos os Jornais, ouvimos as pessoas e notamos que tudo está mais negativo do que nós. Não podemos deixar que as más noticias nos retirem a energia que tanto trabalho para acumular e usar devidamente. Não quer dizer que devemos evitar as coisas, mas sim optar por actos que façam com que a alma brilhe.

4. Erradicar a mentira.
Não falo das mentirinhas que o ser humano faz de vez em quando. Mentir para fazer-se alguém sentir bem ou mentir para uma surpresa boa, não são maliciosas. Falo das mentiras que se tornam pesadas, que provocam outras mentiras, e que fazem com que se chegue ao ponto em que a pessoa se torna negativamente obeso simplesmente por carregar essa mentira. A energia gasta para aguentar essa mentira e tudo o que de errado advém. Não só se gasta energia positiva como acumula a negativa. É um duplo efeito que deve ser evitado ao máximo. Nada dá mais tranquilidade que a verdade, que é libertadora e sincera.

5. Organização Total.
A falta de organização é negativa. Perdemos energia ao andarmos a procura de papéis, de objectivos, de tudo o que se possa imaginar. Organizar as prioridades da vida, para estar tudo bem delineado, ter um plano para as executar é meio caminho andado para ganharmos energia e iniciativa. E em casa aplica-se o mesmo. Se tivermos tudo organizado, arrumado e cuidado, as nossas tarefas facilitam-se e tudo é mais linear, mais objectivo.

6. Desfazermo-nos da Culpa.
É um sentimento que drena a nossa energia, que nos enfraquece enquanto seres e é sem dúvida dos estados psicológicos que nos deixam frágeis e descarregados de energia. Não temos de sentir o peso negativo de algo que tenhamos feito sem má intenção. É preferível sermos verdadeiros e sinceros do que prolongar uma situação que nos faça sentir culpados de toda a forma.

7. Inserir em nós uma Postura Pró-Activa
Se tivermos o discernimento de analisar, e conseguir antecipar as ondas de energia negativa, é melhor ter uma postura pró-activa. Em que sentido ? No sentido de bombardear com luz e pensamentos positivos para que o nosso bem seja maior que esse mal. Mantendo a calma, saber ver e conseguir influenciar é uma forma quase que natural de protegermo-nos.

8. Comodismo
O comodismo de estarmos numa situação em particular. Comodismo é energia parada, não gasta, que proporciona preguiça e negligência perante a vida. Deixar a nossa energia neste estado, é perder energia vital sobretudo. Quando menos fazemos, menos vontade temos e logo, um comodismo inaceitável. A energia é para ser utilizada, não de forma negativa como de forma apática. Há tanto para fazer neste mundo. Ter objectivos nem que sejam diários, é sempre positivo.

9. Não perder a identidade.
Somos seres que por mais que aguentemos a solidão, iremos sempre precisar de alguém para nos completar, tal como uma peça que completa o nosso puzzle pessoal. Ter uma pessoa que nos complete é muito positivo quando corre bem, pois reforça a auto-estima, a confiança e brilhamos mais. Mas quando nós abdicamos da nossa identidade em relação a uma pessoa, que deixamos de pensar em nós e viver para essa pessoa, sofrendo e sentido problemas, até mais do que deveria ser, irá afundar-se em energia negativa e deixar de ser a pessoa que todos reconheciam e identificavam. Manter-nos quem nós somos, ter uma atitude inteligente e delicada é sempre melhor do que nos anularmo-nos.

10. Ligação à Natureza
Se for uma pessoa que adora a Natureza, pode saltar este ponto. Para quem não sente esta ligação. Não é ter uma foto maravilhosa como fundo de computador, ou postar imagens naturais de sonho que irá aproximar da Natureza. O Ser Humano nasceu para andar pela Natureza e não para ficar trancado e enjaulado numa jaula, tal infeliz animal do circo. A vida das grandes cidades, os maus hábitos da vida quotidiana, e a falta de tempo, apesar de serem desmotivadores, não deverão ser empecilhos para termos esse contacto. O Mar e o Campo, sítios calmos e naturais, não só renovam a nossa energia, como afastam outro tipo de energias que nos são desfavoráveis. Nunca é perda de tempo dispensar um tempo para ter esse contacto por mais complicado que seja. Valerá sempre para o nosso bem-estar.

11. Obsessão.
Até pode não ser uma obsessão daquelas que imaginamos logo que falamos da palavra. A obsessão de querer algo, não só é desgastante, como é uma maneira de ficarmos completamente desgastados de toda a energia. É algo que nos consome, mas apenas porque deixamos. Quantas vezes não sentimos cansados por remoer a mente com algo queremos tanto ? E quantas vezes ficamos sem energia para tomar as acções para sairmos da situação e ficarmos ainda piores do que já somos ? As situações resolvem-se sem obsessões. O que é positivo trará sempre mais respostas que mergulharmos num mar de “quereremos demasiado”. Descanse a sua mente, ouça o silêncio e foque a sua mente. O que tem de ser, irá ser de certeza.

São apenas alguns pontos de vista, mas temos que fazer tudo o que tiver ao nosso alcance para termos um excedente energético, utilizar a energia para o bem, e sabermos protegermo-nos da melhor forma. Seremos melhor se o conseguirmos.

Autor:

Aprendiz de Escritor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s